O divórcio é pior que a morte - Juntos Por Toda Vida
17203
post-template-default,single,single-post,postid-17203,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-10.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1,vc_responsive
 

O divórcio é pior que a morte

O divórcio é pior que a morte

O divórcio é um dos temas mais polêmicos e controvertidos, dentro e fora do mundo cristão. Ele existe desde dos tempos primórdios, e não é nenhuma novidade nos dias atuais. Hoje ficar juntos por toda vida se tornou um diferencial, uma excessão.

No Brasil, a partir da constituição de 1967, com o advento da Emenda constitucional de 28/06/1977, foi permitido, de forma muito tímida e restrita, o instituto do divórcio. Para regulamentar o referido dispositivo constitucional foi editada a Lei n. 6515/1977, que passou a disciplinar todos os procedimentos para a efetivação do divórcio, cujo pedido, à época, podia ser formulado por uma pessoa somente uma vez. Hoje a lei foi editada e autoriza que a separação e o divórcio consensuais, assim como a partilha de bens, em que não haja interesse de menores, sejam feitos diretamente em cartório, desde que com a presença obrigatória de advogado.

A definição de divórcio segundo os juristas: é o rompimento legal e definitivo do vínculo de casamento.

Uma pessoa em sã consciência não se casa pensando em divorciar, pelo contrário, casa-se pensando em ser feliz e fazer o outro feliz, mas imprevistos acontecem em todas as áreas da vida, inclusive no casamento.

Deus o criador do casamento é contra o divórcio em Ml. 3.22. “Eu o Senhor odeio do divórcio”, tudo que Deus fez foi com um propósito nada é por acaso, o casamento tem um propósito, quando Adão estava só, Deus viu que todo animal macho tinha uma companheira fêmea, então Deus sentenciou “Não é bom que o homem esteja só, far-lhe ei uma companheira para que esteja diante dele” um dos propósitos do casamento é a Companhia, só que isto não é por apenas um período de tempo, esta companhia é por toda vida, a bíblia diz até que a morte os separe.

A morte é um evento que ninguém deseja presenciar.

Por que o divórcio é pior que a morte? “A morte envolve, necrotério, caixão, culto fúnebre, despedida, cova, terra e nunca mais, só na eternidade. O divórcio envolve tudo isto, até que:

1)Você vá à farmácia, na parada de ônibus, na padaria, no restaurante, e a sua memória relembre aquela cena em que a pessoa que um dia foi amada estava com você;

2)Nunca mais esquecerá dela, se lembrará dos detalhes, dos minutos, dos momentos juntos, bons e ruins;

3)Na morte quando sepultamos o ciclo se fecha, no divórcio a impressão que se tem é que sempre estará aberto, marcas da pessoa ficará em você, em muitos momentos pensará que se estivesse aqui as coisas seriam de outra forma.  Saber que a pessoa está viva e não está mais ao seu lado, sentimento de perca, um sentimento que traz dor e culpa;

4)Na cabeça pode ocorrer pensamentos os quais, podem dizer poderia ter amado um pouco mais, suportado um pouco mais;

5)No caso de filhos do casal, traumas e sequelas, na vida emocional, escolar e acadêmica; imagine o filho olhar e nunca mais poder ter a família alegre juntos, ouve um rompimento.

Toda perca trás dores insuportáveis, pense em várias alternativas antes de realmente tomar a decisão de divorcia-se, tenha a certeza que hoje existem profissionais, encontros, terapias que trazem possibilidades de restauração em casamentos que já foram dadas a sentença de morte.